Notícias

VÍDEO: Dupla espanca policial em posto de combustíveis


Brasil Net

Os agressores roubaram arma do PM e em um áudio, um dos suspeitos se enalteceu pelo crime praticado, chamando o policial de "porco"

Foto: Reprodução
O crime aconteceu na madrugada de domingo (5) e foi registrado por câmeras de segurança

Um policial militar ficou gravemente ferido após ser agredido por dois homens na madrugada do último domingo (5) em um posto de combustíveis, em Arapoti, entre os Campos Gerais e o Norte Pioneiro.

A dupla foi presa após ‘vazar’ um áudio em que um dos suspeitos se enaltecia pelo crime praticado, e identificação por imagens gravadas pelo sistema de segurança do estabelecimento que registraram as cenas de selvageria.

De acordo com informações, a violência aconteceu por volta das 4h no Posto Hulk, às margens da rodovia PR-092.

Segundo investigações preliminares, o policial, que estava de folga, cruzou com a dupla no posto onde houve uma confusão e um deles partiu para cima do PM. Em seguida, outro homem também teria se envolvido nas agressões.

O militar foi brutalmente espancado e teve sua arma roubada. Ele ficou gravemente ferido e foi socorrido com suspeita de afundamento da face e, devido à gravidade, teve de ser transferido para um hospital em Ponta Grossa/PR.

A Polícia Militar agiu rápido e os dois suspeitos foram presos. Um deles foi localizado ainda no domingo, enquanto o outro foi detido na madrugada de segunda-feira (6), ambos em Arapoti.

Em um áudio que acabou vazando e chegou até a polícia, um dos envolvidos vangloria-se pelo crime praticado e em tom de ironia e deboche conta em detalhes a situação, chamando o policial de porco. O suspeito ainda confessa ter dado tiros com a pistola roubada do militar e desafia a PM.

Imagens do sistema de segurança do posto de combustíveis mostram o momento em que o policial é brutalmente agredido pela dupla. Também é possível ver que um dos agressores pega a pistola do militar e na sequência, foge do local em uma moto.

O policial militar segue internado. O caso é investigado pela Polícia Civil.

 

Ouça a gravação em áudio e veja as agressões no vídeo abaixo:

CN INSTITUCIONAL


Fonte: *Redação Cornélio Notícias, com informações da Folha Extra, via Portal Tánosite
FACCREI - VESTIBULAR DE VERÃO 2022