Notícias

Polícia Civil prende casal por exercício ilegal da medicina e falsidade ideológica


Brasil Net

O mandado de busca foi representado pelo delegado em concordância do Ministério Público e autorizado pelo Poder Judiciário

Foto: Divulgação/PCPR
Foram apreendidos prontuários, celulares e imagens das câmeras de segurança local

Na manhã de sábado (14), equipe da Polícia Civil, composta pelo delegado Rafael Guimarães e investigadores, deu cumprimento a mandado de busca e apreensão no Pronto-Socorro Municipal de Santo Antônio da Platina.

O mandado de busca foi representado pelo delegado e teve concordância do Ministério Público e foi autorizado pelo Poder Judiciário.

Foram recebidas várias denúncias de que no Pronto-Socorro Municipal um homem, de 29 anos, estaria atendendo pacientes e preenchendo prontuários e receitas médicas sem possuir inscrição no Conselho de Medicina, sendo que o mesmo tirava plantões acompanhada de sua esposa, a qual é médica, de 30 anos, mas esta não acompanhava os atendimentos e somente assinava os documentos preenchidos pelo marido.

Investigadores realizaram campana e abordaram pacientes nesta manhã, os quais confirmaram as denúncias no sentido de que eram apenas atendidos pelo homem que se apresentava como médico.

Foram apreendidos prontuários médicos, celulares dos suspeitos e imagens das câmeras de segurança local.

Os dois suspeitos permaneceram em silêncio no interrogatório e receberam voz de prisão em flagrante por coautoria nos crimes de exercício ilegal da medicina (artigo 282 do Código Penal - detenção de 06 meses a 02 anos) e falsidade ideológica (artigo 299 do Código Penal - pena de reclusão de 01 a 05 anos).

CN INSTITUCIONAL


Fonte: Redação CN Notícias, com informações do Portal Tánosite
FACCREI - VESTIBULAR DE VERÃO 2022