Notícias

Filme de ex-alunos da Universidade Estadual do Paraná é indicado para representar o Brasil no Oscar 2022


Brasil Net

Premiado no Festival de Veneza 2021, Deserto Particular fará sua estreia brasileira na 45ª Mostra Internacional de Cinema em São Paulo

Foto: SETI©
O diretor e 15 profissionais da área técnica são egressos da UNESPAR

O filme Deserto Particular, produzido por ex-alunos do curso de Cinema e Audiovisual da Universidade Estadual do Paraná (UNESPAR), foi indicado na semana passada pela Academia Brasileira de Cinema e Artes Audiovisuais para representar o Brasil no Oscar 2022. O longa-metragem venceu a disputa com outros 15 filmes nacionais.

A obra será avaliada em conjunto com as indicações de outros países e, se aprovada, deve passar por duas etapas: a primeira em uma lista com 15 pré-indicados no mês de dezembro e a segunda, em fevereiro, com os cinco finalistas que concorrerão ao Oscar.

Premiado no Festival de Veneza 2021, o longa fará sua estreia brasileira na 45ª Mostra Internacional de Cinema em São Paulo, que começa na próxima semana. Em 25 de novembro, chega aos cinemas de todo o País.

O diretor Aly Muritiba, radicado no Paraná, é um dos egressos e destaca a importância do curso na sua formação profissional.

“O curso foi de extrema importância para que eu pudesse conhecer profissionais parceiros na minha jornada profissional. Estar em uma universidade pública com professores de qualidade foi determinante para que eu me tornasse um realizador”, explicou.

Outros 15 profissionais que também estudaram na UNESPAR integram a equipe técnica do filme. Eles fizeram parte da etapa de produção, direção de fotografia, edição e da elaboração do roteiro. O curso de Cinema e Audiovisual é uma das graduações mais concorridas da instituição.

O produtor Antônio Gonçalves Junior, por exemplo, se formou na universidade em 2011. Segundo ele, indústria audiovisual tem talentos incríveis no Paraná.

“Um curso público de cinema é extremamente estratégico para um Estado e para um País. A Coreia do Sul conseguiu fazer com um filme ganhador do Oscar (Parasita) e a série mais assistida da história (Round 6) com investimentos públicos que começaram na década de 90 e hoje estão no seu ápice. Com uma política pública aplicada de forma contínua é possível alcançar mais resultados expressivos”, afirmou.

Para a reitora da UNESPAR, Salete Machado Sirino, a indicação para a principal e mais relevante premiação da indústria cinematográfica nitidamente representa um diferencial do filme.

“O fato de os realizadores dessa obra serem ex-alunos de uma universidade estadual atesta a excelência do ensino e reforça a importância das artes como uma grande área do conhecimento”, afirmou.

 

SINOPSE – Deserto Particular será lançado pela Pandora Filmes e também contou com participação da Grafo Audiovisual e da Fado Filmes. O filme tem cenas em Curitiba. Na trama, Daniel é um policial exemplar, mas acaba cometendo um erro que coloca em risco sua carreira. Quando nada mais parece o prender ao Paraná, parte em busca de Sara, mulher com quem se relaciona virtualmente.

 

Confira o trailer do filme:

CN INSTITUCIONAL


Fonte: Redação CN Notícias, com informações da Agência Estadual de Notícias