Notícias

Em Cornélio Procópio, Agência do Trabalhador promoveu o “Dia D” para atendimento exclusivo de pessoas com deficiência


Brasil Net

O evento também marcou o lançamento, nas duas modalidades, do “Cartão Futuro”, em duas modalidades, o Emergencial e o Normal, incluindo o PcD

Foto: Comunicação/Prefeitura
Agência do Trabalhador e o “Dia D” para atendimento exclusivo de pessoas com deficiência

A prefeitura de Cornélio Procópio, através da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico  e Agência do Trabalhador, promoveu na manhã de terça-feira (21), uma ação batizada domo “Dia D” para atendimento exclusivo  para pessoas dom deficiência física e beneficiários reabilitados do INSS para o mercado de trabalho.

A ação foi realizada na Sala do Empreendedor (área central da cidade) com uma reunião com dirigentes empresariais e representantes do comércio local.

A vice-prefeita Angélica Olchaneski representou o prefeito Amin Hannouche.

“Trata-se de uma ótima iniciativa. Entendemos que o portador de deficiência também deve ser inserido no mercado de trabalho em todas as atividades já que ele pratica esporte, constitui família, paga boleto como todos. Assim, é preciso que  seja inserido no mercado de trabalho como qualquer pessoa”, exemplificou o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico.

Disse ainda que existem algumas mudanças que a legislação está introduzindo com o objetivo de facilitar esse acesso. Uma delas, foi lançada durante  o “Dia D” pelo Chefe do Escritório Regional da Secretaria da Justiça, Família e Trabalho (SEJUF) local, Rafael Ernandes Terezan.

Trata-se de um auxílio que o Governo do Estado estará aportando uma a remuneração que o portador de deficiência irá receber quando estiver trabalhando.

Segundo o responsável pela pasta do Desenvolvimento, a maior dificuldade que as pessoas ainda encontram quando são inseridas no mercado de trabalho com carteira assinada é que acabam perdendo esse auxílio pago pelo INSS.

Assim, como novo programa que o Governo do Estado está lançando, o auxílio será agregado ao salário da pessoa que está trabalhando, para compensar a perda do PcD.

Rafael Teresan informou que o “Dia D” aconteceu nas 216 Agências do Trabalhador do Estado. 

No encontro, ele falou do lançamento, nas duas modalidades,  do “Cartão Futuro”.  São o Emergencial e o Normal, incluindo o PcD. 

“O Jovem Aprendiz  que for contratado pela empresa pelo PcD, terá direito a uma subvenção econômica no valor de R$ 450 durante 3 meses. Aquele que está ingressando no mercado de trabalho PcD, terá uma subvenção durante a duração do contrato neste valor”, explicou. 

A diretora da Agência do Trabalhador, Giselle Picoloto, também participou do encontro.

CN INSTITUCIONAL


Fonte: Redação CN Notícias, com texto do Departamento de Comunicação da Prefeitura de Cornélio Procópio