Notícias

Corpo de adolescente que se afogou no Litoral do Estado é encontrado após 24 horas de buscas


Brasil Net

Segundo o Corpo de Bombeiros, pescadores encontraram o corpo da vítima cerca de 830 metros do local onde a vítima desapareceu no dia anterior

Foto: Banda B
Guarda-Vidas militares e civis atuaram nas buscas tanto na água quanto na areia

O corpo do adolescente de 13 anos, que desapareceu no mar de Pontal do Paraná, no Litoral do Estado, foi encontrado por pescadores da região na tarde de segunda-feira (11). Segundo o Corpo de Bombeiros, o local em que o menino foi encontrado fica a aproximadamente 830 metros do local onde a vítima desapareceu 24 horas antes.

Ainda de acordo com a corporação, a informação sobre a retirada do corpo chegou aos socorristas por volta das 14h. Os pescadores encontraram o adolescente cerca de 50 metros da areia, na região da Prainha, entre o Trapiche e a área de construção de plataformas já nesta segunda-feira (11).

O Instituto Médico Legal (IML) encaminhou o corpo para Curitiba.

A família é moradora de Curitiba e tirou o domingo para lazer no Litoral. Por volta das 11h do domingo (10), um guarda-vidas que estava em horário de folga, caminhando com sua filha, visualizou um afogamento próximo às pedras do Trapiche em Pontal do Sul, em Pontal do Paraná. Era o adolescente, que estava com a mãe no mar. A mãe foi socorrida, mas o filho desapareceu.

A região é sinalizada com bandeira preta, indicativa de faixa não-protegida por guarda-vidas, e também com placas de perigo pois, além de forte corrente e do canal (saída de embarcações) há uma mudança abrupta de profundidade.

Guarda-Vidas militares e civis atuaram nas buscas tanto na água quanto na areia. Segundo os Bombeiros, foram empregadas as técnicas de mergulho livre, mergulho com equipamentos, busca de superfície por embarcações (moto aquática de salvamento e bote inflável de salvamento) e busca aérea pela aeronave do Batalhão de Polícia Militar de Operações Aéreas (BPMOA).

No início da noite de domingo, por protocolo, as buscas foram suspensas e retomadas na manhã dessa segunda-feira (11), por volta das 6h.

As equipes do Corpo de Bombeiros atuaram nas buscas tanto em profundidade (com mergulhadores fazendo uso de equipamentos) quanto de superfície, com o emprego de embarcações de salvamento (moto aquática e bote inflável) e aeronave do Batalhão de Polícia Militar de Operações Aéreas (BPMOA).

CN INSTITUCIONAL


Fonte: *Redação Cornélio Notícias, com informações da Banda B
SEMANA 01 Faccrei