Notícias

Vaquinha para ajudar menino que tentou comprar casa para mãe na OLX arrecada R$ 165 mil em menos de 24h


Brasil Net

Ele queria comprar uma casa de R$ 110 mil com R$ 50 por mês

Foto: Reprodução/RPC
João Bernardo, de nove anos, tentou comprar uma casa com parcelas de R$ 50 mensais

Na quarta-feira, 30, a história do maringaense João Bernardo, de 9 anos, que tentou comprar uma casa para a mãe no site de vendas OLX, ganhou novos desdobramentos. Após ganhar ainda mais repercussão na internet, uma vaquinha foi criada para ajudar a família do menino e a ação arrecadou, em menos de 24 horas, mais de R$ 165 mil.

A história do menino ganhou a internet na semana passada  e o perfil no Instagram “Razões Para Acreditar”, acumulou mais de dois milhões de seguidores.

O caso repercurtiu e chamou os usuários para colaborarem na quarta-feira (30), a fim de realizar o sonho do menino e ajudar a família.

No texto, os seguidores encontravam o link da vaquinha. A meta era arrecadar R$ 160 mil, mas o retorno surpreendeu. Na manhã de quinta-feira, 1º, a vaquinha já somava mais de R$ 165 mil e os valores continuavam crescendo.

O pequeno João Bernardo, morador de Maringá, ficou conhecido após a tentativa dele de comprar uma casa na OLX parar na internet. Ele foi visto pela mãe tentando negociar a compra de um imóvel para a família no site de vendas e a situação curiosa foi compartilhada nas redes sociais, no início do mês passado.

A maringaense e mãe do João, Daiana Campiolo, de 38 anos, mostrou aos seguidores as mensagens que o filho trocou com o vendedor do imóvel. Na primeira parte da conversa, o menino diz que tem interesse em comprar a casa, mas que não tem todo o dinheiro pedido pelo proprietário. A ideia dele era então, pagar parcelas de R$ 50 ao mês até que todo o valor esteja quitado.

“Pensei: ‘E se eu te desse 50 reais por mês até juntar 110.000 [reais]’”, escreveu João. “É que eu gostaria de morar eu, minha mãe e meu irmão”, acrescentou.

Na conversa, o menino ainda disse achar o aluguel da casa onde a família mora atualmente “muito caro”. Ele, no entanto, é surpreendido com a negativa do vendedor. “Tem condições não, 50 reais por mês. No mínimo 1.376 por mês”, afirmou o anunciante.

O menino entendeu a situação e por fim, disse que não seria mesmo possível comprar a casa, já que o imóvel fica localizado em Sergipe, no nordeste do Brasil.

CN INSTITUCIONAL


Fonte: *Redação Cornélio Notícias, com informações do Portal GMC Online
Novidades Faccrei