Notícias

Polícia trabalha com fatalidade em acidente que deixou oito mortos no Paraná


Brasil Net

A tragédia aconteceu na noite de domingo (2), em São José dos Pinhais

Foto: Ernani Ogata do Estadão Conteúdo, Franklin de Freitas e Cícero Bittencourt/RPC
A visibilidade estava prejudicada, no entanto, é apontada pela Polícia Civil como causa do acidente

A Delegacia de São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba, acredita que uma fatalidade foi a causa do grave acidente que deixou oito mortos na BR-277. Em entrevista à na segunda-feira (3), o delegado Fábio Machado disse que ouviu o motorista do caminhão envolvido na tragédia, mas que acredita sim que ele tomou todas as precauções necessárias para evitar a colisão. A visibilidade prejudicada, no entanto, é apontada pela Polícia Civil como causa do acidente.

Segundo Machado, o motorista não estava embriagado, dirigia dentro da velocidade permitida e ainda tentou tirar o caminhão da pista para tentar evitar colisões. “Infelizmente, ele não conseguiu ver as pessoas no acostamento, mas ninguém conseguiria ver, não podemos exigir um comportamento diferente do que ele tomou. Infelizmente, o resultado foi a fatalidade”, disse.

O gravíssimo acidente aconteceu por volta das 22h30 de domingo (2), no quilômetro 77 da BR-277. Entre os veículos – um caminhão, cinco motocicletas, 15 carros e uma viatura da Polícia Militar (PM). Cerca de dez ambulâncias foram acionadas. Ao todo, foram 22 feridos no local.

Muito nervoso, o motorista do caminhão já falou com a polícia. Segundo Machado, ele disse que tentou evitar a colisão. “Infelizmente, algumas pessoas que estavam no acostamento por causa de um acidente anterior acabaram atingidas”, lamentou o delegado.

A Delegacia de São José dos Pinhais segue ouvindo testemunhas do acidente e aguarda a alta de pessoas que estão no hospital para dar sequência ao inquérito.

CN INSTITUCIONAL


Fonte: *Redação Cornélio Notícias, com informações da Banda B
Novidades Faccrei