Notícias

Prefeitos da AMUNOP se reúnem em Cornélio Procópio para discutir fechamento do comércio


Brasil Net

Eles decidiram entrar com recurso administrativo para manter o comércio aberto

Foto: Divulgação
Segundo o prefeito Amin Hannouche, todos foram unânimes na decisão

A decisão foi tomada durante reunião da Associação dos Municípios do Norte do Paraná (AMUNOP), realizada na tarde de quarta-feira (1), com representantes do comércio local e regional.

Através do recurso, os prefeitos pedem a reavaliação dos números que colocam a região entre os casos mais graves do Paraná. Durante o período de avaliação do recurso pela Secretaria de Estado da Saúde (SESA), o comércio permanecerá aberto até sexta-feira (3).

Segundo o prefeito Amin Hannouche, todos os prefeitos da região foram unânimes em sinalizar que, apesar dos números registrados nas últimas semanas, a situação estrutural da saúde em Cornélio Procópio, está sob controle.

Em nota, o Governo do Paraná declarou que os municípios têm autonomia nas medidas que se referem ao novo coronavírus, mas entende que decisões que colocam o sistema de saúde em risco de colapso podem ser questionadas.

Por isso, segundo o governo, serão estudadas "providências necessárias, caso as determinações do decreto não sejam cumpridas". A nota não explica quais são as providências.

Os comerciantes de Cornélio Procópio ficaram transtornados com o decreto do Governo Estadual e muitos temem que seus estabelecimentos quebrem caso a decisão de fechar as portas por 14 dias permaneça.

O comércio procopense já permaneceu fechado por 15 dias no início da pandemia e nos meses de maio e junho está trabalhando em horário reduzido.

Com sentimento de injustiça e lutando por seus direitos os comerciantes da cidade estão organizando um protesto, que ainda não tem data marcada.

Até a manhã de quinta-feira (2), conforme dados divulgados pela Secretaria Municipal de Saúde, a cidade conta com 29 casos ativos e 15 óbitos, numa curva descendente o que tranquiliza a população, porém com atenção.

CN INSTITUCIONAL


Fonte: *Redação Cornélio Notícias, com informações do repórter Odair Matias e Blog do Chaguinhas
Novidades Faccrei