Notícias

DER notifica concessionária Econorte para que remova cancelas extras e dispositivos para redução de velocidade em Jataizinho


Brasil Net

Segundo Departamento, empresa implantou dispositivos sem análise e aprovação prévia do órgão estadual

Foto: Divulgação
Manifestantes quebraram as cancelas em protesto e vários motoristas passaram sem pagar a tarifa

A Superintendência Regional Norte do Departamento de Estradas e Rodagem do Paraná (DER/PR) notificou, na segunda-feira (7), a concessionária Econorte para que remova os dispositivos de redução de velocidade instalados na praça de pedágio de Jataizinho, no norte do Paraná.

Antes das cabines de cobrança, a empresa instalou cancelas extras e redutores de velocidade para evitar que usuários passem pelo local sem pagar a tarifa. A concessionária também contratou seguranças particulares para evitar confusão na praça.

A tarifa de pedágio em Jataizinho para carros custa R$ 23,70, e a rodovia não é duplicada.

A instalação desses novos dispositivos causou revolta entre alguns usuários. No domingo (6), centenas de manifestantes se reuniram na praça em protesto. As cancelas foram quebradas e vários motoristas passaram sem pagar a tarifa.

Na segunda-feira, novas cancelas foram reinstaladas pela concessionária, e os usuários demoraram entre 4 e 6 minutos para chegar até a cabine de cobrança e pagar a tarifa.

O DER/PR afirma que as cancelas extras e redutores de velocidade foram implantados sem análise e aprovação do órgão estadual, que é responsável pela concessão da rodovia.

O Departamento diz que a instalação de lombadas em rodovias públicas depende de autorização do responsável pela estrada, e que deve ser acompanhado de sinalização horizontal e vertical.

Por meio de nota, a Econorte disse que o novo sistema deve dar mais conforto ao usuário, deixando o local mais seguro, e também para evitar que motoristas deixem de pagar a tarifa.

A concessionária afirma que os dispositivos estão sinalizados e que ainda não foi notificada pelo Departamento.

 


Fonte: *Redação Cornélio Notícias, com informações do G1 PR
Lady Bagunça

Novidades Faccrei