Notícias

Chile e Argentina verão único eclipse solar total do ano


Brasil Net

Um dos melhores locais para assistir é La Serena, que abriga 17 observatórios astronômicos

Foto: REUTERS/Rodrigo Garrido
Cientistas poderão fazer experimentos

O único eclipse total do Sol de 2019 ocorre na terça-feira, 2 e poderá ser visto em sua totalidade só de uma estreita faixa que cruza o Chile e a Argentina. Ainda assim, ele está sendo chamado de “o grande eclipse latino-americano” e “o evento astronômico do ano”.

Isso porque um dos melhores locais para ver o fenômeno é La Serena, Chile, onde há 17 observatórios astronômicos. E é extremamente raro que a área de sombra de um eclipse total caia, justamente, na região de observatórios de grandes telescópios. Só ocorreu duas vezes nos últimos 50 anos.

“O Chile tem o melhor céu do mundo para observações, especialmente no inverno”, diz o diretor do Planetário do Rio, Alexandre Cherman. “E mais ainda no Deserto do Atacama, onde o clima é extremamente seco.”

Em La Serena, a fase parcial do eclipse começa a ser observada às 15h23 e a total, às 16h39 (no horário de Brasília, será às 16h23 e 17h39 respectivamente). Por quase dois minutos, a Lua vai bloquear completamente os raios do Sol. O dia vai se transformar em noite e só será possível ver a coroa solar.

Justamente por ocorrer numa área repleta de observatórios, o eclipse servirá a vários experimentos. Cientistas repetirão, por exemplo, o experimento feito em Sobral, no Ceará, há exatos cem anos - decisivo para corroborar a Teoria da Relatividade Geral, proposta por Albert Einstein.

 “A coroa solar, a parte externa do Sol, normalmente é invisível, porque é ofuscada pela luz”, diz Cherman. “Só é visível durante o eclipse e pode trazer informações sobre a composição e o funcionamento do Sol.”

Os eclipses totais do Sol ocorrem, em geral, duas vezes por ano. O problema é que são visíveis em sua totalidade de poucos lugares a cada vez. Sem falar que o tempo pode ficar nublado bem na hora e estragar tudo. Por isso, estima-se que as chances de uma pessoa qualquer ver um eclipse total seria de só uma vez na vida. No Brasil, o próximo está previsto para 2045.

 

Vai dar pra ver o eclipse no Brasil?

No Brasil, o eclipse poderá ser visto apenas de forma parcial em alguns Estados, a partir das 16h48, horário de Brasília. Segundo o Observatório Nacional, os lugares que apresentam melhor visualização são: Porto Alegre (75% - início às 16h48), Florianópolis (60% - início às 16h53), Curitiba (55% - início às 16h55), Campo Grande (46% - início às 16h56), São Paulo (46% - início às 17h) e Rio de Janeiro (40% - início às 17h03).

 


Fonte: *Redação Cornélio Notícias, com informações do do Jornal Estadão
Novidades Faccrei



Comente utilizando seu facebook