Notícias

Os mil quilômetros de praias de água doce que enriquecem o turismo do Estado


Brasil Net

De uma ponta a outra, os rios Paranapanema e Paraná desenham os contornos do estado somando incontáveis praias de água doce

Foto: AEN
No meio, tanta água e tantas atrações aquáticas que são capazes de fazer inveja aos mais belos e disputados litorais do país

É verdade que o Paraná tem o menor litoral entre os estados da costa brasileira. Em compensação, tem uma extensão de mais de mil quilômetros de rios contínuos que marcam a divisa do estado com São Paulo, ao Norte; a divisa com o Mato Grosso do Sul no Noroeste, e a fronteira com o Paraguai, a Oeste.

De uma ponta a outra, os rios Paranapanema e Paraná desenham os contornos do estado somando incontáveis praias de água doce em margens aumentadas pelos imensos lagos das usinas Chavantes, Capivara, Taquaruçu, Rosana e Itaipu. É espaço para praias, banhos, esportes aquáticos, cachoeiras, matas, resorts e diversão. E muito investimento numa atividade sustentável, que contribui para a preservação ambiental.

“O circuito de água doce é prioritário para o desenvolvimento do turismo”, explica o diretor-presidente da Paraná Turismo, João Jacob Mehl, ao falar dos planos da atual administração para melhorar a infraestrutura e incentivar novos empreendimentos. A ideia, segundo ele, é desenvolver o turismo como uma opção econômica, com a geração de empregos e renda, e melhoria da qualidade de vida da população.

 


Fonte: *Redação Cornélio Notícias, com informações da AEN
Lady Bagunça

Novidades Faccrei