Notícias

Colheita da 2ª safra de milho começa no Paraná; previsão é de 16 milhões de toneladas


Brasil Net

Com duas safras, o Paraná deverá colher perto de 19 milhões de toneladas, mantendo-se na segunda posição nacional

Foto: Gilson Abreu/AEN
A estimativa da CONAB é que o Brasil produza 115,2 milhões de toneladas na safra 21/22

A colheita da segunda safra de milho começou no Paraná. Ainda não alcançou o ritmo desejado, mas a expectativa é que, a partir da segunda quinzena do mês, haja aceleração. O assunto está no Boletim de Conjuntura Agropecuária referente ao período de 10 a 15 de junho. O documento é preparado por técnicos do Departamento de Economia Rural (DERAL), da Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento (SEAB).

De acordo com os dados da semana, foi colhido 1% da área total estimada em 2,7 milhões de hectares para o ciclo. Se as condições climáticas colaborarem e houver redução de chuvas, há expectativa de avanço significativo nesta segunda quinzena de junho. De acordo com os técnicos de campo, neste momento, 32% da área está em fase de maturação, 62% em frutificação e 5% em floração.

Para a safra nacional de milho 2021/22, a Companhia Nacional de Abastecimento (CONAB) estima 115,2 milhões de toneladas. A última safra foi bastante castigada pelas adversidades climáticas. A alta expressiva de 32% que se observa agora é uma recomposição daquelas perdas.

A previsão é que o Paraná tenha uma produção recorde de 16 milhões na segunda safra. Somado aos pouco mais de 2,9 milhões de toneladas da primeira safra, o Estado será responsável por quase 19 milhões de toneladas, mantendo-se na segunda posição nacional.

CN INSTITUCIONAL


Fonte: Redação CN Notícias, com informações da Agência Estadual de Notícias
FACCREI - VESTIBULAR DE VERÃO 2022