Notícias

Onda de calor que vai atingir o Paraná não será tão severa quanto nos países vizinhos, diz SIMEPAR


Brasil Net

As regiões que serão mais afetadas pelo calor serão Oeste, o Sudoeste, o Norte e o Noroeste

Foto: Ilustrativa
Paraná terá chuvas irregulares e forte calor

A onda de calor no sul do país prevista não será tão intensa no Paraná. Segundo o SIMEPAR, diferentemente do Rio Grande do Sul, o estado paranaense vai continuar a registrar chuvas irregulares, justamente devido ao aquecimento atmosférico e disponibilidade de umidade no ar.

“Assim, como haverá a formação de nuvens, a cobertura de dessas nuvens e a eventual precipitação, típica de verão, impede o aquecimento mais pronunciado do tempo e por isso, apesar da previsão de calor para todas as regiões paranaenses ao longo desse período, a onda de calor que vai atingir o Paraná não será tão severa quanto nos países vizinhos”, diz o SIMEPAR.

No estado, as regiões que serão mais afetadas pelo calor persistente serão os setores que na última semana já registraram temperaturas elevadas, como o Oeste, o Sudoeste, o Norte e o Noroeste do Paraná. Entre 14 e 18, as regiões Sul, Campos Gerais, Central e Leste também vão registrar temperaturas altas, típicas do verão.

O SIMEPAR, porém, lembra que mesmo que o Paraná não seja impactado diretamente pela forte onda de calor que está em intensificação nos países vizinhos, devem-se manter os cuidados recomendados pelos órgãos de saúde pública, como o uso de protetor solar, evitar exercícios físicos no período mais crítico do dia, entre 10 e 16h, além de fazer a ingestão de bastante líquido para evitar a desidratação.

CN INSTITUCIONAL


Fonte: Redação CN Notícias, com informações do Portal Banda B