Notícias

Empréstimo com garantia de imóvel: o que é e como ele funciona?


Brasil Net

Tem interesse em contratar um empréstimo com garantia de imóvel e não sabe como ele funciona? Descubra aqui!

Foto: Fonte: Assessoria de imprensa
O processo de contratação do home equity tem se tornado mais simples, à medida em que essa opção ganha popularidade no mercado.

Quem possui um imóvel próprio tem motivos para se orgulhar. Esse é um sonho de grande parte dos brasileiros. Mas, o que talvez muitos não saibam é que este bem pode ajudar a conseguir um empréstimo com garantia de imóvel, que sai bem mais barato que outros tipos de empréstimos.

No mercado brasileiro, onde o crédito é muito caro, poder contar com uma captação de recursos de taxas mensais inferiores a 2%, é uma grande vantagem.

Continue a leitura para entender como funciona o empréstimo com garantia de imóvel!

O que é o empréstimo com garantia de imóvel?

Também conhecido como home equity, esse tipo de crédito ainda é relativamente novo no Brasil. Ele começou a ser praticado por aqui somente em 2007. No entanto, esse conceito é bastante difundido pelo mundo, especialmente nos Estados Unidos.

Como o nome sugere, o empréstimo com garantia de imóvel é uma modalidade em que o contratante oferece um apartamento, terreno ou casa, entre outros, como garantia à empresa de que ele irá pagar o valor do empréstimo feito.

Se você ficou receoso em envolver seu imóvel na operação, lembre-se que essas empresas não têm interesse no imóvel, mas sim em receber o valor acordado.

Logo, programe-se que as parcelas caibam no orçamento, para assim cumprir com todos os valores compostos na dívida.

O valor das parcelas não pode exceder 30% de seus ganhos mensais. Além de ser uma exigência do BACEN, é também uma boa prática para que você consiga quitar as mensalidades e ter uma reserva em caso de contratempos.

Qual tipo de imóvel pode ser dado em garantia?

Não importa o tipo de imóvel. Pode ser casa, apartamento, sala comercial etc. O importante é que ele esteja com toda documentação regularizada.

Inclusive, é possível usar até mesmo uma propriedade de terceiro, caso você não possua uma registrada em seu nome. Para isso é importante entender sobre aforamento significado, uma vez que o dono do bem deverá fornecer a documentação pessoal e do imóvel, além de participar do contrato.

Mesmo um imóvel que ainda não esteja quitado pode ser cedido nessa operação. Porém, você precisa ficar atento. Segundo Resolução nº 4.271 do Banco Central, o empréstimo com garantia de imóvel pode alcançar até 60% do valor da garantia.

Dessa forma, o montante solicitado como empréstimo, somado ao saldo residual, não pode ultrapassar 60% do valor do bem. Logo, o ideal é utilizar como garantia um imóvel quitado, ou com poucas parcelas a serem liquidadas.

Quais as vantagens dessa modalidade?

Como já mencionado, a taxa de juros baixa é uma das principais vantagens do empréstimo com garantia de imóvel.

Para você ter uma ideia, de acordo com a Fundação Procon SP, em janeiro de 2019 a taxa média de juros no empréstimo pessoal ficou em 6,28% a.m. No caso do cheque especial, a média foi ainda mais alta, alcançando 13,44% a.m..

Na modalidade home equity os juros praticados são bem inferiores. Na empresa CashMe, por exemplo, a taxa mensal praticada é de 1,28% + IPCA, o que totaliza menos de 2% a.m..

Mas essa não é a única vantagem, confira algumas outras:

  • Liberdade para utilização do dinheiro - não há restrição na hora de utilizar esse crédito, é possível destinar o dinheiro para a finalidade que preferir.
  • Você continua com a posse do imóvel - Mesmo cedendo o imóvel como garantia, ele ainda continua seu. Ou seja, você continua utilizando normalmente, seja para uso pessoal ou para alugá-lo.
  • Limite disponível para empréstimo - Para esse tipo de operação, o Bacen determina que o valor do empréstimo pode ser de até 60% do valor da garantia. Logo, dependendo do valor do seu imóvel e de sua renda, terá um bom limite disponível.
  • Prazo de pagamento - Essa modalidade de crédito costuma envolver a contratação de valores superiores a R$50.000,00. Por isso, o prazo fica maior para quitar sua dívida. E esse prazo pode chegar a 10 anos.

Como contratar?

O processo de contratação do home equity tem se tornado mais simples, à medida em que essa opção ganha popularidade no mercado. Atualmente, quase tudo é feito pela internet e, em geral, funciona assim:

  1. Você faz uma simulação online e envia os documentos pessoais do tomador, do dono do imóvel (caso seja um terceiro) e a documentação do imóvel;
  2. A empresa avalia todos os documentos apresentados e depois faz uma análise de crédito;
  3. Se estiver tudo certo, uma empresa terceira efetua a avaliação do imóvel;
  4. Depois, é hora de assinar o contrato e registrá-lo em cartório - o registro costuma levar em torno de 15 dias quando tudo ocorre conforme esperado;
  5. Assim que acontece o registro, o dinheiro é liberado em sua conta.

Os documentos necessários para a solicitação variam de acordo com cada empresa. A princípio, é necessário apresentar RG, CPF, comprovantes de estado civil, de residência e de renda.

A documentação do imóvel (como matrícula do bem, habite-se e escritura definitiva), também é exigida pelo cartório e precisa estar regularizada. Algumas empresas se encarregam de buscar esses documentos em seu lugar, mas isso não é uma regr

 

CN INSTITUCIONAL


Fonte: Fonte: Assessoria de imprensa