Notícias

Duas pessoas caem em golpes via Whatsapp em Cornélio Procópio


Brasil Net

Em um dos casos, o golpista usou a Covid-19 para clonar a conta do Whatsapp da vítima

Foto: Ilustrativa
A PM orienta que todo cuidado deve ser tomando

Duas pessoas acabaram caindo em golpes via telefone em Cornélio Procópio segundo a Polícia Militar. O primeiro caso foi registrado na quarta-feira (7) e de acordo com a tia da vítima, seu sobrinho usava o telefone para acompanhar uma aula virtual quando foi interrompido por uma ligação, onde do outro lado da linha uma pessoa dizia estar fazendo uma pesquisa em relação à Covid-19.

Após responder as questões, a vítima foi informada que receberia no telefone um código para validar a pesquisa, o que ocorreu pouco depois, mas ao invés de acontecer o que foi dito pelo suposto pesquisador, a conta do Whatsapp do jovem foi clonada.

A segundo situação foi registrada na manhã de quinta-feira (8), esta a vítima acabou perdendo dinheiro, informou a PM.

Conforme registrado, a vítima relatou que na noite anterior viu um comercial de TV de uma instituição financeira, onde era oferecido um empréstimo bastante interessante, então ela entrou no site fornecendo todos os seus dados para cadastro e fazer uma simulação no valor de vinte mil reais, até aí tudo bem, mas pela manhã, um suposto funcionário da empresa do comercial entrou em contato via Whatsapp para confirmar a negociação.

A vítima relatou que acabou concordando com o empréstimo e ainda confirmou seu dados, mas o atendente o informou que para fechar o negócio ela deveria depositar em uma conta da Caixa Econômica Federal um valor de R$399,99 referente a um seguro que não estava incluso no contrato.

Feito isso, a vítima foi informada que o dinheiro do empréstimo em poucos minutos estaria em sua conta, o que não aconteceu.

A vítima relatou que novamente entrou em contato com a empresa e que o mesmo atendente disse que ela precisaria depositar mais R$499,90 para o valor requisitado fosse liberado.

Foi  aí que ela se deu conta que havia caído em um golpe e que deveria procurar a PM..

O atrevimento do golpista foi tanto, que ele informou  à vítima que para que a negociação fosse cancela, ela deveria depositar mais R$499,99, salientou a PM.

A PM esclarece que este tipo de golpe vem aumentando, principalmente pela redes sociais, aplicativos de mensagem e sites de venda ou compra, onde dados são subtraídos e telefones clonados, facilitando a vida dos estelionatários, que usam as informações para pedirem dinheiro a parentes e amigos das vítimas, fazerem compras e até mesmo chantagens.

Para tal, todo cuidado deve ser tomando e as medidas de segurança dos aplicativos, como também dos telefones deve seguidas com toda a atenção, orienta a PM.

CN INSTITUCIONAL


Fonte: *Redação Cornélio Notícias
SEMANA 01 Faccrei