Notícias

Vacina: 77% dos brasileiros acima de 80 anos receberam ao menos uma dose


Brasil Net

De acordo com monitor do Ministério da Saúde, pouco mais de 4,7 milhões de aplicações foram utilizadas por essa faixa etária

Foto: Rodolfo Loepert/PCR
Vacinação de idosos contra a Covid-19, no Compaz Ariano Suassuna, em Recife

O Brasil aplicou ao menos uma dose de vacina contra a Covid-19 em 77% das pessoas com idade acima dos 80 anos. De acordo com o Ministério da Saúde, este grupo prioritário conta com 4,44 milhões de pessoas e por volta de 4,7 milhões de doses foram aplicadas para este contingente, sendo 3,4 milhões em primeira e 1,3 milhão em na segunda etapa.

Os trabalhadores da saúde correspondem a um número maior, 6,6 milhões de brasileiros e sua distribuição de doses — segundo o monitor do governo federal — aponta que 66% receberam a primeira dose e 35% receberam a segunda aplicação.

Em relação aos indígenas, a cobertura de uma dose chegou a 63% dos 413.739 indivíduos cotados pelo Ministério da Saúde como integrantes dessa população. A segunda dose chegou a 42%.

Os grupos prioritários de vacinação foram fixados pela própria pasta da Saúde, que elencou a população que sofre desdobramentos severos da infecção pelo novo coronavírus e profissionais que são altamente expostos à contaminação em seu ofício.

Ainda que os números mostrem que é preciso avançar rapidamente para que se conclua a vacinação desses grupos prioritários, ao estender a lupa até a população brasileira como um todo, é possível perceber com maior intensidade o quão lentamente caminha a imunização aos brasileiros. A taxa de vacinas aplicadas em primeira e segunda dose ainda não corresponde a 9% da população total, considerando números do último dia de março.

Até esta sexta-feira, 2 de abril, 18.765.151 brasileiros foram imunizados com primeira dose contra a Covid-19, o que corresponde a 8,9% da população. 5.256.408 já receberam a segunda dose e completaram o esquema de vacinação contra a doença, já que as vacinas utilizadas atualmente no país – CoronaVac e vacina de Oxford – exigem a aplicação de duas doses.

CN INSTITUCIONAL


Fonte: *Redação Cornélio Notícias, com informações da Revista Veja
SEMANA 01 Faccrei