Notícias

Liberação dos R$ 500 do FGTS começa em todo o país


Brasil Net

Até R$ 500 de cada conta ativa ou inativa do fundo serão depositados automaticamente na poupança

Foto: Divulgação
Aplicativo FGTS

O saque do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) começa a ser liberado na sexta-feira (13) para correntistas da Caixa Econômica Federal. Até R$ 500 de cada conta ativa ou inativa do fundo serão depositados automaticamente na poupança.

Para viabilizar o acesso aos recursos depositados, algumas agências do banco vão abrir no sábado (14), das 9h às 15h. Também haverá um horário especial de funcionamento na próxima semana. As agências vão abrir duas horas mais cedo entre os dias 16 e 20 de setembro.

De acordo com a Caixa, não são todas as agências que estarão abertas e há sábados específicos para atendimento.

O cidadão poderá consultar a lista das que funcionarão aos sábados no site www.fgts.caixa.gov.br. O trabalhador pode fazer o saque em lotéricas e caixas eletrônicos.

Se o saldo para saque for de até R$ 100, no caso das lotéricas, ele precisa apenas de CPF e documento de identificação com foto. Em caso de valores maiores, é preciso levar o Cartão Cidadão com senha. Também é possível fazer o saque nos caixas eletrônicos e em correspondentes Caixa Aqui, com CPF e Cartão do Cidadão com senha.

Neste primeiro momento, apenas trabalhadores que têm poupança no banco e fazem aniversário entre janeiro e abril podem acessar o valor. Quem não tem conta no Caixa poderá sacar a partir de outubro, de acordo com o mês de nascimento.

Além disso, para acessar o valor direto na poupança, a conta deve ter sido aberta até 24 de julho deste ano, data de publicação da medida provisória sobre o assunto.

O trabalhador que não desejar sacar os recursos precisará pedir ao banco o desfazimento, ou seja, o cancelamento do crédito automático. Será possível pedir isso por aplicativo, site ou internet banking. Será possível pedir a devolução do dinheiro às contas do FGTS até abril de 2020. Nesse caso, o banco vai estornar os recursos, que serão corrigidos como se não tivessem sido sacados, afirmou a Caixa.

Para ver o valor disponível no FGTS, basta acessar o site da Caixa ou por meio do aplicativo “FGTS”, disponível no Google Play e AppStore.

 


Fonte: *Redação Cornélio Notícias, com informações da Folhapress
Novidades Faccrei



Comente utilizando seu facebook