Notícias

Campeão de fisioculturismo morre em grave acidente na BR-369


Brasil Net

André pilotava uma Honda CBR 1000 quando foi atingido frontalmente por um veículo conduzido por um menor de idade

Foto: Londrina News
André Luíz Cavalcante Albuquerque, fisiculturista de 34 anos

Na última sexta-feira (5), o atleta de fisiculturismo André Luíz Cavalcante Albuquerque, de 34 anos, perdeu a vida em um grave acidente de trânsito à na BR-369, entre Ibiporã e Jataizinho.
André pilotava sua motocicleta, uma Honda CBR 1000 com placas de Londrina, quando foi atingido frontalmente por um veículo conduzido por um menor de idade.
A colisão ocorreu por volta das 22h30, na altura do Km 135 da Rodovia. Segundo informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), o carro, um Volkswagen Virtus com placas de Jataizinho, tentava realizar uma manobra de ultrapassagem quando bateu de frente com a motocicleta de André, que trafegava na via contrária.
A violência do impacto deixou a moto completamente destruída, e André sofreu ferimentos gravíssimos, morrendo no local.
O Volkswagen Virtus era conduzido por um menor de 17 anos, que estava acompanhado por outros dois jovens, um de 15 e outro de 17 anos. Todos foram socorridos e levados a hospitais em Ibiporã e Londrina.
Ainda de acordo com informações, o menor teria pego o carro escondido dos pais.
O fisiculturista André Luíz Cavalcanti Albuquerque era um atleta dedicado e em 2019 conquistou o título de campeão paranaense na categoria estreantes.
A Federação Paranaense de Fisiculturismo (IFBB Paraná), ligada à Confederação Internacional de Fisiculturismo, emitiu uma nota lamentando a perda do atleta.
André era conhecido pela sua dedicação ao esporte e pela sua determinação, deixando uma marca significativa na comunidade do fisiculturismo no Paraná.
A investigação sobre o acidente continua e a Polícia Rodoviária Federal segue apurando os detalhes do caso.
O menor que conduzia o veículo foi encaminhado, juntamente com seus responsáveis à Central de Flagrantes, onde prestaram esclarecimentos sobre o ocorrido, após isso ele foi liberado.

 


Fonte: Redação Cornélio Notícias, com informações do Londrina News
CN INSTITUCIONAL