Notícias

Carga radioativa que viria para o Paraná é furtada em São Paulo


Brasil Net

A Comissão Nacional de Energia Nuclear informou que mesmo blindado, o material pode apresentar risco

Foto: Divulgação
Carga radioativa pode apresentar risco de contaminação ao ser manipulada

Um veículo com material radioativo foi furtado na cidade de São Paulo na noite do último domingo, dia 30 de junho. O caso foi divulgado pela Comissão Nacional de Energia Nuclear dias após o ocorrido, que alertou a população sobre os riscos de contaminação ao entrar em contato com o material.
Até o início da tarde desta sexta-feira (5), o material ainda não tinha sido recuperado.
O crime ocorreu na Rua Félix Bernardelli, zona Leste da capital paulista, conforme informou a Secretaria da Segurança Pública de São Paulo.
“O carro, pertencente a uma empresa de equipamentos médicos, que armazenava uma carga de materiais radioativos foram coletados no RJ. Eles seriam entregues no Paraná e em Santa Catarina”, disse a pasta.
“Diligências estão em andamento para recuperar o material e o veículo furtados e identificar o autor do crime”, informou a SSP.
A polícia paulista divulgou informações do veículo furtado para ajudar na recuperação da carga. Segundo a corporação, o carro é uma Saveiro de placa RFI873, da empresa Medical Ald.
“A referida empresa, que possui Supervisor de Proteção Radiológica em Transporte e Plano de Proteção Radiológica para Transporte aprovado pela CNEN, estava à serviço da R2Pharma – Radiofarmácia Centralizada LTDA”, informou a CNEN.
Um boletim de ocorrência foi registrado na segunda-feira, dia 1º de julho, por um representante da Medical Ald, segundo o órgão federal.
“Consta que, por imprudência do motorista, que decidiu levar o automóvel para local diverso do pátio seguro onde deveria ficar abrigado durante à noite, veio a ser foi furtado”, descreve o documento.
Em nota, a Medical informou que a empresa é regulamentada pela CNEN e pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária.
“O material que transportamos é de cunho oncológico para diagnóstico e tratamento do câncer. Ao ano transportamos mais de 5.000 radiofármacos para todo o País, com segurança e rastreabilidade”, afirmou a empresa.
A CNEN declarou que material radioativo estava acondicionado em embalagens de chumbo, apontada pelo órgão como “seguras” e que blindam qualquer risco de radiação. No entanto, a manipulação inadequada e pode vir a causar danos à saúde se manipulada, destaca a comissão.
No momento em que foram furtados, o veículo e o material radioativo estavam sinalizados com o símbolo internacional de radiação ionizante.
A CNEN também pediu que quem encontrar o material entre em contato e informe a polícia.
Os telefones indicados pela CNEN são o (21) 98368-0734 e (21) 98368-0763.
O órgão é responsável por fiscalizar as atividades que envolvam a exploração do mineral radioativo no País. A comissão mantém atividades de pesquisa ligadas a diversos setores, como geração de energia, medicina nuclear e aplicação na indústria.

 


Fonte: Redação Cornélio Notícias, com informações da RIC Mais
CN INSTITUCIONAL