Notícias

Turista brasileira é baleada em loja na Times Square, em Nova York


Brasil Net

A brasileira que foi levada a um hospital com um ferimento em uma das pernas disse que foi "apenas um incidente infeliz e que poderia ter acontecido em qualquer lugar

Foto: Divulgação
Times Square é um dos pontos turísticos de Nova York

Uma turista brasileira, de 38 anos, foi baleada na perna durante uma abordagem a adolescentes suspeitos de furtarem uma loja de produtos esportivos na Times Square, ponto turístico em Nova York, nos Estados Unidos.
A mulher estava em loja na Broadway quando três adolescentes, um de 16 e dois de 15 anos, foram parados por um segurança por suspeita de furtarem roupas por volta das 19h local (21h no horário de Brasília), da última quinta-feira, 08.
O guarda pegou a sacola que estava com um dos jovens e pediu a nota fiscal, quando um deles saiu correndo.
Então, um dos adolescentes de 15 anos, disparou arma que carregava com ele contra o segurança.
O disparo, feito com uma arma calibre .45, atingiu a perna da brasileira, identificada como Tatiele Ribeiro, que fazia compras na loja, segundo os sites WPIX, CBS News e NBC New York.
Ela foi levada a um hospital para atendimento e se recupera em um hotel em Nova York.
O segurança não se feriu.
Após o crime, o adolescente fugiu, mas foi perseguido. A polícia local informou que o jovem teria atirado contra um agente que o perseguia em uma rua
John Chell, chefe da polícia local, disse que o policial não se feriu e não revidou ao ataque porque havia pedestres na via. O suspeito entrou em uma estação de metrô e conseguiu fugir.
Outro adolescente chegou a ser detido, mas foi liberado ainda na noite de quinta-feira.
O adolescente que seria o atirador foi preso na sexta-feira. Fontes policiais disseram ao jornal New York Post que ele foi detido na cidade de Yonkers, em Nova York. A polícia chegou a oferecer US$ 13,5 mil (cerca de R$ 67 mil) por informações que levassem ao suspeito.
Mais cedo, o rapaz foi identificado como um migrante da Venezuela. Ele seria morador de um abrigo temporário em Nova York e a polícia local informou que o jovem seria suspeito de envolvimento de um assalto à mão armada ocorrido no dia 27 de janeiro no Bronx, ainda em Nova York e teria relação com um incidente onde ocorreram disparos em Manhattan.
Ainda pela manhã de sexta-feira, outro suspeito, de 16 anos, foi apreendido.
Tatiele declarou que foi "apenas um incidente infeliz".
"Poderia ter acontecido em qualquer lugar do mundo", disse ela à NBC de Nova York.
Era a terceira vez que a turista visitava Nova York. A mulher contou que estava na loja para comprar um tênis de presente e quando estava perto do caixa enviando uma mensagem para o marido, ouviu um forte estrondo.
"Senti muita dor, mas não sabia de onde vinha", disse.
"Foi um momento assustador. Comecei a me examinar, olhei para minha perna e vi sangue escorrendo, mas consegui manter a calma."
Ela ainda contou que conseguiu se arrastar para um local seguro nos fundos da loja. Ela teve que receber 13 pontos em razão do disparo.

 

FACCREI - VESTIBULAR


Fonte: Redação Cornélio Notícias, com informações do Portal UOL
CN INSTITUCIONAL