Notícias

Cornélio Procópio ocupa 30° lugar no ranking paranaense de geração de empregos em 2023


Brasil Net

77% dos municípios do Paraná tiveram saldo positivo no número de vagas disponíveis no ano passado, segundo dados do CAGED

Foto: Ilustrativa
Foram 603 novas vagas criadas na cidade no ano passado

De acordo com dados divulgados pelo Cadastro Nacional de Empregados e Desempregados do Paraná, Cornélio Procópio ocupa 30° lugar no ranking paranaense de geração de empregos em 2023. Foram 603 novas vagas criadas na cidade no ano Passado.
Cornélio Procópio ficou à frente de cidades na região, como Bandeirantes (33° lugar), com 542 vagas, Jacarezinho (57° lugar), com245 vagas e Santo Antônio da Platina (61° lugar), com 220 novos postos de trabalho.
As cidades que mais geraram empregos no Estados em 2023 foram: Curitiba, com 12.792 vagas, Londrina, 6.728 vagas, São Jose dos Pinhais, 5.886 vagas, Maringá, 5.272 vagas, Ponta Grossa, 3.838 vagas, Foz do Iguaçu, 2.824, Pinhais, 2.779 vagas, Assis Chateaubriand, 2.469 vagas, Colombo, 2.419 vagas e Toledo, 2257 vagas.
Assis Chateaubriand, no Oeste do Paraná, com 36,8 mil habitantes, se destacou com um salto gigantesco na geração de empregos. A instalação do maior frigorífico da América Latina, no final de 2022, propiciou um importante movimento no mercado de trabalho da cidade no ano passado.
O crescimento de um ano para outro foi de 769%, com um saldo que passou de 284 vagas em 2022 para 2.464 em 2023, o que fez com que o município figurasse na oitava colocação no ranking de empregabilidade do Estado.
A cidade é um exemplo de um movimento que aconteceu na grande maioria dos municípios paranaenses no ano passado. Segundo o CAGED, 77% das cidades do Paraná tiveram saldo positivo na geração de empregos. Entre os 399 municípios paranaenses, 306 tiveram saldo positivo na geração de vagas.
O Estado fechou o ano com 87.599 novas vagas, o melhor resultado do Sul e o quarto melhor do País, respondendo por 6% de todos os postos formais criados no Brasil no ano passado.
Entre os municípios que tiveram mais mil colocações no mercado de trabalho em 2023, também aparecem Cascavel (2.031), Guarapuava (1.696), Paranavaí (1.370), Campo Largo (1.344), Araucária (1.323), Paranaguá (1.204), Francisco Beltrão (1.074), Campo Mourão (1.064) e Rolândia (1.024).
Quem também viu a movimentação no mercado de trabalho crescer foi a cidade de Carambeí, nos Campos Gerais. O município, com 23.283 habitantes, teve um crescimento de 314% no saldo de vagas entre 2022 e 2023, passando de 241 postos formais para 999 de um ano para o outro.
A confirmação de novas indústrias nos arredores da cidade, como a construção de uma fábrica de garrafas de vidro da AMBEV e de uma maltaria capitaneada pela Agrária, com a participação de outras cinco cooperativas paranaenses.
Os dados do CAGED confirmam esse movimento, já que este foi o setor que mais empregou no município no ano passado, com um saldo de 471 vagas, mais que o dobro que os serviços (224), que geralmente é o que mais gera empregos.

 

FACCREI - VESTIBULAR


Fonte: Redação Cornélio Notícias, com informações da Agência Estadual de Notícias
CN INSTITUCIONAL